sexta-feira, 15 de julho de 2011

Representação iterativa e folksonomia assistida para repositórios digitais

SANTAREM SEGUNDO, Jose Eduardo ; VIDOTTI, Silvana Aparecida Borsetti Gregorio . Representação iterativa e folksonomia assistida para repositórios digitais. Liinc em Revista, v. 7, n.1, p. 283-300, 2011.Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/index.php/liinc/article/view/414. Acesso em 15 jul 2011.

Resumo A recuperação da informação tem sido muito discutida dentro da Ciência da Informação ultimamente. A busca por informação de qualidade e compatível com a necessidade do usuário tornou-se objeto constante de pesquisa. A utilização da Internet como fonte de disseminação do conhecimento indicou novos modelos de armazenamento de informações, como os repositórios digitais, que têm sido utilizados em ambientes acadêmicos e de pesquisa como principal forma de autoarquivar e disseminar informação, porém com uma estrutura de informação que comporta melhor descrição dos recursos e consequentemente uma melhor recuperação da informação. Desta forma o objetivo deste trabalho é melhorar o processo de recuperação da informação, apresentando uma proposta de modelo estrutural no contexto da web semântica, abordando o uso de recursos da web 2.0 e web 3.0 em repositórios digitais, que permita recuperação semântica da informação, por meio da construção de uma camada de informação chamada Representação Iterativa. O presente estudo caracteriza-se como uma pesquisa descritiva e analítica, com base em análise documental, dividida em duas partes: a primeira, caracterizada pela observação direta não participativa de ferramentas que implementam repositórios digitais, assim como de repositórios digitais já instanciados, e a segunda, com característica exploratória, em que sugere um modelo inovador para repositórios, com a utilização de estruturas de representação do conhecimento e participação do usuário na construção de um vocabulário próprio de domínio. Através do modelo sugerido e proposto ─ Representação Iterativa ─ será possível adequar os repositórios digitais para que utilizem Folksonomia e também vocabulário controlado de domínio, de forma a gerar uma camada de informação iterativa, que possibilite retroalimentação da informação, além de recuperação semântica da informação, através do modelo estrutural desenhado para repositórios. O modelo sugerido resultou na efetivação da tese de que por meio da Representação Iterativa é possível estabelecer um processo de recuperação semântica da informação em repositórios digitais.

Palavras-chave repositórios digitais; representação iterativa; folksonomia; folksonomia assistida; web semântica; recuperação da informação; ontologia.

Nenhum comentário:

 
Copyright 2009 Arquitetura da Informação Digital. Powered by Blogger Blogger Templates create by Deluxe Templates | Blogger Styles | WP by Masterplan