sexta-feira, 15 de julho de 2011

Acessibilidade em Ambientes Informacionais Digitais

CUSIN, César Augusto. Acessibilidade em Ambientes Informacionais Digitais. 2010. 154 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2010. Disponível em: <http://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/cusin_ca_do_mar.pdf>. Acesso em: 15 jul. 2011.

Resumo
A natureza atual da World Wide Web (Web) que destaca a participação colaborativa dos usuários em diversos ambientes informacionais digitais conduz ao desenvolvimento de diretrizes que enfocam a Arquitetura da Informação Digital Inclusiva para diferentes públicos nas mais diversas ambiências informacionais. O conceito de acessibilidade digital visa à inclusão de usuários com deficiência em ambientes informacionais digitais, com foco na melhoria da interação dos sujeitos com o ambiente de modo a proporcionar a melhoria de qualidade de vida. A pesquisa propõe diretrizes para um ambiente informacional digital inclusivo, visando apontar os elementos de acessibilidade que permitem a promoção da inclusão informacional digital, de forma a destacar os referenciais da Arquitetura da Informação Digital, de recomendações internacionais e das estruturas de representação das informações, em especial dos atributos de acessibilidade, com o olhar da Ciência da Informação e das novas Tecnologias de Informação e Comunicação. Têm-se como hipóteses: os atributos de acessibilidade utilizados para representação de conteúdos em ambientes informacionais digitais não contemplam satisfatoriamente as descrições dos recursos digitais que atendam as necessidades especiais dos usuários; a Arquitetura da Informação carece de novos elementos de acessibilidade digital com foco nas necessidades especiais dos usuários; as recomendações de acessibilidade internacionais, isoladamente, não fornecem subsídios para o acesso universal. Tem-se como tese a necessidade de desenvolvimento de metodologias com diretrizes que contemplem os elementos de acessibilidade digital focados na tarefa do usuário. Como problema de pesquisa tem-se que a de que as atuais metodologias e recomendações utilizadas para o desenvolvimento de ambientes informacionais digitais não contemplam integralmente os elementos de acessibilidade com foco nas necessidades dos usuários. A proposição é a de apresentar, por meio de uma abordagem metodológica explorativa e descritiva, uma proposta teórico-metodológica para a promoção de elementos de acessibilidade digital para o desenvolvimento de ambientes informacionais digitais, para usuários com ou sem necessidades especiais. O objetivo geral do estudo é contribuir para a elaboração de ambientes informacionais digitais inclusivos, na perspectiva de união de teorias, recomendações e tecnologias para a elaboração de diretrizes de acessibilidade digital. Têm-se como objetivos específicos: discutir os aspectos teóricos que envolvem a acessibilidade digital; analisar as recomendações de acessibilidade internacionais; analisar e comparar as arquiteturas da informação no contexto da acessibilidade; analisar e propor atributos que promovam a acessibilidade ao conteúdo informacional digital. Em uma dimensão teórica, a pesquisa abrange uma revisão crítica da literatura especializada das áreas Ciência da Informação e Ciência da Computação e, na parte aplicada, a análise e o desenvolvimento de uma proposta de diretrizes para a arquitetura de um ambiente informacional digital com acessibilidade.
Palavras-Chave: Acessibilidade. Ambiente Informacional Digital. Inclusão Ditgital. FRBR. Guias de Acessibilidade Web (W3C/WAI).  


Nenhum comentário:

 
Copyright 2009 Arquitetura da Informação Digital. Powered by Blogger Blogger Templates create by Deluxe Templates | Blogger Styles | WP by Masterplan